Confirmado na Williams, Senna tem última chance de mostrar serviço na Fórmula 1

Confirmado nesta terça-feira como titular da Williams para a temporada 2012 da Fórmula 1, Bruno Senna, aos 28 anos de idade, terá sua chance definitiva para mostrar serviço e se firmar na categoria. O brasileiro – que, apesar da idade avançada, só competiu como titular pela primeira vez em 2010 – terá a oportunidade de competir em iguais condições com os outros pilotos do pelotão intermediário.

EQUIPE TERÁ NOVO SENNA APÓS 18 ANOS

Confirmado como titular da Williams para 2012, Bruno Senna guiará pela equipe em que seu tio Ayrton correu suas últimas provas na Fórmula 1. O tricampeão mundial disputou somente dois GPs pela escuderia antes de sofrer acidente fatal em Ímola na terceira corrida da temporada 1994.

Em seu ano de estreia na F-1, Senna correu pela Hispania, que também fazia sua primeira temporada na categoria. O carro da escuderia não era competitivo – a equipe não conquistou pontos e ocupou a 11ª colocação no Mundial de Construtores, superando apenas a também estreante Virgin na ocasião.

No Mundial de Pilotos, Senna ficou na 23ª posição, enquanto seu companheiro de equipe, o indiano Karun Chandhok, foi 22º.

No ano passado, Senna enfim teve a oportunidade de guiar por uma equipe mais competitiva. O piloto foi promovido ao posto de titular da Lotus Renault depois que Nick Heidfeld, contratado para substituir o lesionado Robert Kubica, foi mandado embora por, segundo a equipe, não apresentar resultados satisfatórios.

Senna teve tempo de correr oito provas, mas, sem o mesmo ritmo dos demais, teve dificuldades e conseguiu apenas dois pontos, conquistados com um nono lugar no Grande Prêmio da Itália. O brasileiro classificou-se quatro vezes para o Q3 no período. Como base de comparação, o russo Vitaly Petrov, que guiava o outro carro da Lotus Renault, conquistou cinco pontos e foi ao Q3 quatro vezes no mesmo período.

Dessa vez, sem o álibi de um carro pouco competitivo ou de falta de ritmo, Senna terá pressão por resultados. Principalmente porque pilotos como Sébastien Buemi, Jaime Alguersuari e Adrian Sutil ficaram sem vaga para 2012 e deverão ser sombras para os 24 titulares do ano que vem. Isso sem falar em Kubica, que também pode se recuperar e voltar a procurar um assento no ano que vem.

Além disso, Senna também terá pressão para desenvolver o carro. O brasileiro, que entrará em sua terceira temporada, será o mais experiente da equipe, já que o venezuelano Pastor Maldonado, seu companheiro, estreou em 2010.

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s