Planeta Urgente Abelhas e plantas começam a “acordar” mais cedo

Efeito pode causar devastação em espécies Furacões, ondas de calor, enchentes e secas estão sempre nas manchetes quando se fala em mudança do clima. Mas coisas mais sutis podem estar por trás de uma destruição maior. Este pode ser o caso com a época em que as abelhas “emergem” a cada primavera, e com as flores que elas polinizam. Cientistas relatam que nos últimos 130 anos – período em que o começo da primavera surge mais cedo com o aquecimento do planeta -, diversas espécies de abelhas da América do Norte estão aparecendo dez dias antes. E a maior parte desta mudança está ocorrendo desde os anos 1970. Isto de acordo com um estudo publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences. Qual é o motivo da preocupação com as abelhas? Elas são os mais importantes polinizadores de flores e plantas do mundo, e qualquer mudança nesta relação crucial pode ser devastadora. “85% das espécies de plantas do mundo são polinizadas por animais, e as abelhas são os principais polinizadores”, diz Rachael Winfree, uma entomologista da Universidade Rutgers, e co-autora do estudo. “Portanto, se perdemos abelhas, eventualmente perderemos a maior parte das espécies de plantas.” O ramo da ciência nesta pesquisa é conhecido como fenologia, um estudo que mensura o tempo de eventos de ciclo de vida de todos os animais e plantas. “Uma mudança de 10 dias em 130 anos, como aconteceu com as abelhas, é muito de ponto de vista de um inseto, cujo tempo de vida se mede em semanas”, diz Winfree. Embora as flores que as abelhas polinizam também tenham adiantado seu tempo, Igani Bartomeus, líder do estudo, diz que a “descombinação” do tempo de flores e abelhas pode ocorrer no futuro, se o aquecimento global continuar em sua taxa corrente: “Se abelhas e plantas respondem diferentemente à mudança do clima, então, por exemplo, as abelhas podem surgir na primavera antes de as plantas florescerem, em cujo caso as abelhas morreriam porque não teriam nada para comer. Ou as plantas podem florescer antes de as abelhas surgirem, em cujo caso as plantas não seriam polinizadas e não conseguiriam se reproduzir. E se descombinações ocorrerem e causarem a extinção local de polinizadores e plantas, isto pode afetar as pessoas, por causa da importância disseminada de polinizadores e plantas polinizadas por animais”. Bartomeus e seus co-autores usaram dados contemporâneos e outros que remontam aos anos 1880 para examinar mudanças associadas ao clima na emergência na primavera de 10 espécies de abelhas selvagens no noroeste da América do Norte. Outros estudos mostraram que diversas plantas e animais estão antecipando suas primaveras com o aquecimento global, mas este foi o primeiro a examinar múltiplas espécies de abelhas, que são importantes para os ecossistemas e seres humanos porque são polinizadoras, diz o USA Today.

Anúncios
Esse post foi publicado em sustentabilidade, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s